Slide

Sobre o programa

O Open MRS foi criado para potencializar a inovação, de forma colaborativa e diversa, por meio de interação com agentes externos do mercado, como startups, universidades e núcleos de tecnologia e inovação.
O objetivo é desenvolver a logística do futuro solucionando desafios enfrentados pela MRS.
iconmanutenção

Operação e Manutenção

Desafio 1 – Prevenção de vandalismo e furto

Em nossa operação, passamos com nossos trens e vagões por uma longa extensão de malha ferroviária, passando por regiões urbanas e remotas e por vezes em ferrovias pertencentes a outras concessões. Durante essa operação, há ocorrência de furto de componentes e danos aos ativos que afetam a sua confiabilidade. Para prevenir estas ocorrências, buscamos soluções que possam nos ajudar com a redução nas perdas por estes danos e identificação dos locais das ocorrências.

Veja o desenho do desafio Assista o vídeo do desafio
Desafio 2 – Inspeção e Obras em Região de Acesso Restrito

Uma área da nossa malha ferroviária está dentro de uma região com restrição à circulação de pessoas. Neste local existem estruturas físicas como taludes e bueiros, que necessitam de obras de manutenção e inspeção. Por isso, buscamos soluções que possam realizar o tratamento de taludes e inspeção de bueiros sem a necessidade da presença de pessoas no local.

Veja o desenho do desafio Assista o vídeo do desafio
Desafio 3 – Integração da Coleta de Dados de Ativos Móveis e Fixos

Nossos ativos, como as locomotivas, possuem diversos sistemas embarcados, com antenas e sensores, transmitindo e coletando dados, além de termos frentes de estudo de sensoriamento e promoção de maior conectividade dos ativos. Porém enfrentamos dificuldades para escalada de soluções devido a limitação de espaço físico e conectividade na malha ferroviária. Assim, buscamos soluções que tornem possível conectar diversos periféricos presentes nos ativos e possibilite a transmissão das informações.

Veja o desenho do desafio Assista o vídeo do desafio
Desafio 4 – Projeção de Carga e Descarga

Realizamos a programação e montagem da circulação do fluxo de vagões, baseando-se nas informações de liberação do processo de carga e descarga dos vagões. Em algumas operações, esse processo ocorre de forma manual, com informações transmitidas por meio telefônico. Buscamos soluções que possam nos ajudar na captura dos status de carga/descarga sem registro manual nos ajudando a projetar com antecedência o final do processo de carga/descarga.

Veja o desenho do desafio Assista o vídeo do desafio

Você pode ajudar a desenvolver o futuro da Logística do país.
Faça agora sua inscrição e venha contribuir com a MRS.

Sobre a MRS

A MRS é uma operadora logística que administra uma malha ferroviária de 1.643 km nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, região que concentra cerca da metade do PIB brasileiro. Hoje, a companhia está entre as maiores ferrovias de carga do mundo, com produção quase quatro vezes superior àquela registrada nos anos 1990.

Quase 20% de tudo o que o Brasil exporta e um terço de toda a carga transportada por trens no país passam pelos trilhos da MRS.

Saiba mais

Perguntas Frequentes (FAQ)

O Open MRS foi criado para potencializar a inovação, de forma colaborativa e diversa, por meio de interação com agentes externos do mercado, por exemplo, startups, universidades, núcleos de tecnologia e inovação, dentre outros. O objetivo é o desenvolvimento de soluções para desafios enfrentados pela MRS para desenvolver a logística do futuro.

Nesta segunda edição foram selecionados quatro desafios divididos entre desafios de manutenção e operação. Os desafios selecionados para essa edição foram: “Como podemos reduzir a ocorrência de vandalismo e furtos em regiões de alta incidência?” (Prevenção de Furto e Vandalismo), “Como podemos executar obras ou manutenções paliativas nos cortes e aterros ferroviários sem o acesso de colaboradores?” (Inspeção e obras em região de acesso restrito), “Como podemos conectar os ativos móveis e fixos presentes na ferrovia?” (Integração da coleta de dados de ativos móveis e fixos), “Como podemos projetar com assertividade o tempo de carga/descarga de vagões de celulose e/ou plataforma sem apontamento manual?” (Projeção de Carga e Descarga).  Confira mais sobre os desafios no edital.

Confira mais sobre os desafios no edital.

É possível que um projeto se inscreva para mais de um desafio. Caso o projeto seja selecionado para desenvolvimento de mais de uma prova de conceito, deve optar pelo prosseguimento em apenas um dos desafios.

Para cada desafio deve ser realizada uma inscrição, selecionando o respectivo desafio e trazendo as informações de como o projeto resolverá o desafio proposto.

Podem participar do Open MRS startups, empresas de base tecnológica, projetos oriundos de instituições de ciência e tecnologia e outros, com capacidade de desenvolver e implementar soluções inovadoras, que possuem constituição formal no Brasil ou em seu país de origem para aplicação da prova de conceito na empresa.

As inscrições no programa são gratuitas.

A participação no Open MRS não é atrelada a cessão de participação societária pelo Projeto. O objetivo da chamada é o desenvolvimento de provas de conceito (PoCs) para solução de desafios específicos.

O processo de seleção inicia com a verificação de enquadramento dos projetos e soluções em relação ao regulamento. Em seguida é realizada uma triagem online por uma banca composta pela equipe da MRS de acordo com os critérios estabelecidos no regulamento. O objetivo é selecionar até 5 propostas mais atrativas por desafio. Os Projetos  selecionados participarão do Bootcamp, com o objetivo de refinar o escopo de desenvolvimento dos projetos e prepará-las para o Pitch Day, fase final da seleção dos Projetos que desenvolverão as PoCs, onde apresentarão suas propostas para seleção.

Contato para dúvidas:

open@mrs.com.br